8 coisas que só quem já levou um “pé na bunda” vai se identificar

22

Só quem já levou o famoso “pé na bunda”, aquele trauma de alguém terminar o namoro quando a gente menos espera, entende o que é ver a dignidade e todas as esperanças indo embora junto com a pessoa amada. O problema é que ninguém começa e mantém um relacionamento pensando que um dia isso pode acabar, e quando acontece pega o outro de surpresa.

Não importa a forma como o “pé na bunda” acontece, via e-mail, mensagem de texto ou ligação, a dor é a mesma e alguns hábitos também. Pensando nisso, a Fatos Desconhecidos listou 8 coisas que só quem já passou por isso vai conseguir se identificar.

1 – Achar que o mundo acabou

Na maioria das vezes, quando alguém se relaciona com outra pessoa é porque sente algo e tem planos de um futuro com o outro. Após um tempo de namoro o casal começa a compartilhar as mesmas rotinas e hábitos, mas quando o relacionamento chega ao fim, principalmente quando uma das partes não estava esperando, ela pode acreditar que não vai conseguir sobreviver sem a outra pessoa.

2 – Não entender o porque foi rejeitado por alguém

Ficar pensando em possíveis defeitos e o que pode ter provocado o “pé na bunda” faz parte da rotina de toda pessoa que passa por esse trauma. A famosa frase: “O que fiz de errado?” também é comum durante o término de um namoro. Quem passa por isso pensa em mil motivos que resultou no tal ato. Além disso, a culpa por não ter tentado mudar dura alguns instantes.

3 – Ficar com baixa auto-estima durante os primeiros momentos

Não é fácil ser abandonado(a) por uma pessoa que a gente ama. Pensamentos negativos sobre a personalidade surgem e pode acontecer da pessoa que sofreu o trauma ficar decepcionada consigo mesma.

4 – Recordar do antigo relacionamento diariamente

Alguns dias após o terrível término de namoro é comum a pessoa que levou o “pé na bunda” ficar relembrando momentos que passou durante o relacionamento. Geralmente esses pensamentos demoram um pouco para irem embora porque os hábitos que o casal praticava continuam sendo feitos.

5 – Sentir medo de se relacionar novamente

Gostar de uma pessoa, não ser correspondido(a) e ainda levar um “pé na bunda” não é algo simples de se resolver. Algumas pessoas ficam tão traumatizadas que se acham incapazes de relacionarem com alguém novamente com medo de serem deixadas mais uma vez. Já outras pessoas compreendem que estão bem sozinhas.

6 – Ouvir música melancólica

Sabe aquelas músicas caracterizadas como “sofrência”? São as mais ouvidas pelas pessoas que acabaram de levar um “pé na bunda”. A escolha se dá devido as melodias retratarem o que elas estão vivendo naquele momento.

7 – Tentar curar o velho amor com um novo

Enquanto algumas pessoas sentem medo de se relacionarem novamente após um término traumático, outras já se apegam a um novo amor com o objetivo de curar a ferida do antigo romance. Mas isso não é recomendável, pois pode ser que a pessoa esteja sendo usada.

8 – Entender que foi um livramento e ficar novamente confiante

Depois de algum tempo do fim de relacionamento e após passar por vários estágios, que podem durar algumas horas, dias ou meses, a pessoa que leva um “pé na bunda” compreende que o acontecimento foi bom e que existem milhões de pessoas no mundo onde um possível relacionamento pode dar certo. A pessoa que antes estava amargurada recupera a auto-estima e volta a ter confiança para tentar um novo romance novamente, mas dessa vez sem medo.

Se identificou com alguma coisa ou gostaria de acrescentar algo lista? Deixe o seu comentário. Não esqueça de compartilhar com seus amigos.

Deixe seu comentário

comentários